O tempo sempre foi e será um problema, afinal é o recurso mais finito que as empresas e as pessoas podem ter.

Por isto a produtividade, organização e a automação do trabalho são tão importantes no dia a dia das empresas.

Se você reconheceu o título, saiba que sim, este post é fortemente influenciado pelo livro que já vamos deixar como dica no final do post. Lembrando que este é o primeiro de uma série de posts de produtividade!

Agora confira estas dicas e técnicas de metodologias ágeis e da nossa experiência com trabalho remoto para aumentar a produtividade nos seus processos!

É doloroso saber do atraso, mas necessário!

Uma das coisas que menos gostamos de ouvir quando falamos de projetos é atraso.

É bem complicado ouvir isso mas é muito importante saber que você está fora do prazo, e o mais importante, que você vai terminar fora do prazo!

Algumas ferramentas do SCRUM nos permitem saber o nosso ponto atual em projetos mais longos, o que costuma ser complicado, inclusive saber aproximadamente a data na qual você deve finalizar algo.

O que é o Burdown?

Segundo as práticas Scrum, o Burndown é uma ferramenta de medição visual dessa metodologia ágil que apresenta o trabalho concluído por dia em relação à taxa de conclusão projetada para o projeto.

O gráfico foi criado em 2000 por  Ken Schwaber fora da comunidade Scrum, sendo que a primeira utilização foi para gerenciar projetos de software.  

Essa ferramenta é extremamente útil porque não são raras as vezes em que os gerentes de projetos ficam atolados em seus prazos devido aos obstáculos e situações imprevisíveis que ocorrem durante o ciclo de vida de um projeto, e tempo acaba sempre sendo uma restrição que esses profissionais precisam driblar.

Essa representação gráfica é formada por dois eixo: Y (vertical), que vai representar o trabalho que precisa ser realizado, e X (horizontal), que representa o tempo — quantidade de trabalho, estipulada em dias ou horas, para concluir a demanda.

Quais são os benefícios de um gráfico Burndown?

A vantagem mais óbvia do gráfico é a simplicidade, mas o principal benefício é apresentar um relatório de status sempre atualizado de forma visível a todos.

Essa característica incentiva que todos estejam envolvidos no trabalho e também atentos a possíveis percalços.

Porém, como esse gráfico não mostra outras ocorrências dentro do ciclo de vida, como alterações no escopo, é ideal trabalhar em paralelo com o Burnup, que é um gráfico de detalhamento.

Quer um modelo para começar?

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL PARA BAIXAR UM MODELO DE PLANILHA PARA GESTÃO DE PROJETOS COM BURNDOWN!